terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Entrevista com o pré-candidato a prefeito de Boa Viagem – Deodato Neto

A eleição de 2012 no município de Boa Viagem pode contar com mais um candidato representando inovação e juventude, tendo como pré-candidato e disputando ainda uma posição com nomes de peso no partido, o PT, na disputa pelo executivo municipal, o jovem advogado Deodato José Ramalho Neto.

Formado aos 21 anos em Direito pela UNIFOR, Deodato Neto tem especialização em Direito Empresarial pelo FESAC – Fundação de Escola Superior de Advocacia do Ceará. Netinho como é mais conhecido entra na política local visando o executivo municipal, tendo como meta fazer a diferença e mudar o cenário político local de que a anos vem sendo dominado por dois grupos políticos.

Filho do também advogado e atual secretário de Meio Ambiente e Controle Urbano de Fortaleza, Deodato José Ramalho Júnior. Deodato Ramalho Júnior foi candidato em Boa Viagem em 1982, aos 25 anos pelo PMDB e 1996 já pelo PT, não obteve êxito nas duas. Como advogado ajudou muita gente trabalhando de graça e sempre a frente de causas populares e ações contra a corrupção. Foi o primeiro que levantou a bandeira de Lula em Boa Viagem. Foi presidente dos Direitos Humanos e vice-presidente da OAB/CE, depois foi procurador Geral do município de Fortaleza.

Deodato Neto tem no sangue vocação política, além de seu pai, seu avô Deodato José Ramalho foi vereador por três mandatos no município. Comerciante e bastante conhecido pelo seu jeito amigo, cordial e prestativo de ser, foi casado até seu falecimento precoce, aos 47 anos com a Srª Maria Zelia, funcionária do antigo INPS e filho do Sr. Deoclecio Ramalho, antigo e respeitado comerciante no município.

Com um breve histórico sobre sua família e laços familiares e político no município damos inicio a nossa entrevista com o pré-candidato Deodato Neto.

Jornal Folha do Sertão – Sua postura tanto pessoal como profissional, seja ela de oposição e situação é de uma boa convivência, tem laços de amizade e serviços prestados em ambos, sempre colocando a política a frente, seu pai, o secretário de Meio Ambiente de Fortaleza, Deodato Ramalho disputou algumas eleições em Boa Viagem e não obteve êxito. Você com atitude e personalidade lançou-se pré-candidato a prefeito do município de Boa Viagem, podendo enfrentar grandes da política local, o que você, um jovem advogado tem de diferencial?
Deodato Neto – Acho que o principal diferencial é pertencer a um partido que está mudando o Brasil e que ainda não teve a chance de governar Boa Viagem, no caso o PT. Esse partido tem um grande histórico de realizações em prefeituras e Governos de Estado que administra, além de ter como exemplo maior, os Presidentes Lula e Dilma. O fato de ser jovem, por si só, não significa a mudança que queremos. Queremos mudar a forma de se fazer política de Boa Viagem, mudando esse velho estilo que ainda existe na cidade, em que sempre os mesmos grupos governam e não trazem avanços para nossa cidade. Todos os outros grupos já governaram ou governam a cidade e já mostraram sua falta de compromisso.

J.F.S – Sabendo que a oposição conta com diversos nomes a sua escolha, contando com pré-candidatos do PMDB e do PC do B em disputa interna a lançarem o nome, hoje somente o PR já conta com Aline Vieira como sua pré-candidata e do PSD, podendo contar com o atual prefeito Fernando Assef, visando sua reeleição. O que podemos esperar do PT, ele vai lançar uma chapa única, de prefeito e vice-prefeito, ou há partidos que se manifestaram favoráveis ao projeto que o PT tem a colocar em prática em Boa Viagem?
Deodato Neto – A tendência do PT, de acordo com sua instância estadual e municipal, é lançar candidatura própria em municípios de maior importância, como é o caso de Boa Viagem. Logicamente, procuraremos compor a chapa com partidos e pessoas com quem tenhamos maior afinidade politica e ideológica. O intuito é juntar os partidos da base aliada no plano federal e estadual, que façam parte do bloco de oposição à atual administração.

J.F.S – Você como jovem advogado, atuante na profissão no município de Boa Viagem, é um bom conhecedor das dificuldades enfrentadas pelo boaviagense. Sabendo de algumas barreiras e obstáculos que o povo carente do município enfrenta no dia-a-dia, você teria já um projeto que visasse uma maior segurança para que os boaviagenses depositassem sua confiança e voto?
Deodato Neto – Convivemos todos os dias com a pobreza extrema no nosso município. De acordo com dados do IBGE, mais de 20 mil pessoas vivem em condições de miséria. O projeto que temos de ter é de inclusão social, sem demagogia e politicagem, priorizando a educação e a geração de empregos. Sabemos que em Boa Viagem os jovens convivem com a total falta de perspectiva no futuro. Quem tem condições financeiras, manda seus filhos para Fortaleza para fazerem suas carreiras, uma vez que faltam cursos de capacitação por aqui. Enquanto isso, a maioria da população jovem termina o ensino médio e não tem condições de arrumar emprego. Vemos que falta interesse político da administração atual em dar as condições de desenvolvimento para os jovens, pois existem inúmeros projetos do governo estadual e federal em parceria com as prefeituras, mas Boa Viagem participa de um modo ainda muito precário.


J.F.S – Hoje, a seu ver, a juventude boaviagense está mais ativa e presente, contando com uma maior representação nos debates, exigindo e criticando tudo aquilo que envolvam seus direitos. O jovem tem votado de forma que gostaria e esperava dos representantes públicos a fazerem verdadeiras mudanças por ele esperada ou não?
Deodato Neto – Infelizmente ainda não. O que vemos é que no momento das eleições os jovens votam muito pela promessa de empregos que políticos fazem. Essa mentalidade ainda tem que mudar, mas sabemos que é difícil, exatamente porque não há muitas alternativas, pois como já falei anteriormente, a falta de empregos e capacitação no município ainda é enorme.


J.F.S – Saúde, educação e amparo social para muitos, são áreas essências, mas a certeza que temos é de que nem toda gestão tem cumprido seus deveres, até mesmo pela dificuldade enfrentada. Você como cidadão e pré-candidato tem o que a oferecer ao boaviagense no caso eleito para o cargo de chefe do executivo municipal?
Deodato Neto – O problema da saúde no município de Boa Viagem ainda é maior. Praticamente todos os dias, deparo-me com alguém se queixando das condições de atendimento nos postos de saúde e no hospital, além da falta de material básico para os tratamentos minimamente adequados. A culpa não é dos profissionais que trabalham na saúde, mas da total falta de condições que a prefeitura atual deixa, mostrando que essa área não é prioridade. Quem tem dinheiro vai fazer tratamento em Fortaleza, quem não tem fica a esperar ambulância para ir para a capital. Na educação também há uma serie de problemas, como a falta de valorização dos servidores, que são pessimamente remunerados, sem se falar do transporte escolar, que ainda se dá em carros em péssimas condições. A situação tem que mudar, nosso município tem recursos para isso, falta interesse político, pois notamos que Boa Viagem está muito atrasada em relação a municípios menores e vizinhos.

J.F.S – Mesmo sendo um pré-candidato da oposição a atual gestão, sabemos que nem toda administração é falha em todos os setores. Você como cidadão e sempre presente no município, sendo na cidade ou no interior, nos cite 2 fatores positivos e 2 negativos da atual gestão?
Deodato Neto – Sinceramente, não vejo os dois pontos positivos, pois se vê muita propaganda e pouca ação, e a pouca ação que tem nada mais é do que o básico, que nem chega a todos. Vemos muita politicagem nas vésperas da eleição, como vem acontecendo. O problema é que as administrações anteriores também deixavam a desejar, em varias áreas, inclusive com muitas perseguições políticas, que não acabaram. Por isso acho que o PT deve ter a chance de mostrar seu trabalho.


J.F.S – Se você for o candidato a prefeito pela oposição, quais suas principais metas/projetos para Boa Viagem, como colocar em ação no município e com quem contar?
Deodato Neto – Como já disse, existem inúmeros projetos do governo federal e estadual que podemos trazer para Boa Viagem, em forma de parceria. Nas mais diversas áreas, como na agricultura. Por exemplo, sabemos que existem vários projetos na área da agricultura familiar, como o Território da Cidadania, mas que nem sequer são divulgados pelo município atualmente. Na área da pesca, também, notamos a falta de amparo do poder público a esses trabalhadores. Vários cursos de capacitação podem ser trazidos para o município. Além disso, tem que valorizar os servidores públicos, que é quem toca o município e sabemos que há dinheiro para aumentar os salários dos servidores.


J.F.S – Em nossa última pergunta, temos o seguinte, caso eleito prefeito de Boa Viagem, a população boaviagense pode contar com um Deodato Neto de que forma e o que implantar e exigir dos governantes para nossa Boa Viagem?
Deodato Neto – Contem comigo, sou uma pessoa transparente, atenciosa e trabalhadora. A população deve sempre exigir o melhor de seus administradores, entendendo que o prefeito deve ser um instrumento para tentar dar melhorias nas suas condições de vida, sem diferenciação de cor partidária, tratando o dinheiro público com respeito e não fazendo da politica seu único meio de vida.



6 comentários:

francisca valmira g de almeida disse...

sou filha de boa viagem,nesses ultimos anos boa viagem cresceu apenas em comercios, vc ver hj boa viagem a renda de pessoas e pouca o dh que circula em boa viagem e dos aposentados, e dos comercios, e esta crescendo muito morradores dos interiores hj querem ganhar a cidade nao viver mais nos matos cuidado de gado quer crescer,boa viagem precisa de fabricas industrias, estas pessoas precisam de emprego garantido salarios dignos a cidade so tem a ganhar sera que estes pensamentos pasam na cabeças deses candidatos novos sera que tem esperiencias no que vai enfrentar,uma cidade que precisa ser vista la de fora como muitas outras vizinhas nossas que crescem como fabricas e industrias ,vamos ver com bons olhos o boa viagem realmente precisa de empregos bons e garantido pra cidade crescer e quem morar nela cresça junto com ela .

123 disse...

Descordo de nossa amiga Francisca:
-Temos que garantir politicas públicas voltadas para os agricultores familiares e os jovens agricultores para que assim garanta uma qualidade de vida melhor para os mesmos, e que não seja feito o exôdo rural que é o que tanto acontece. A construção de fabricas é sim viável, mas para que não fiquemos dependendo apenas de empregos de prefeitura para sobreviver.Devemos saber usar bem nossa "arma" e nao sair votando em qual quer um que diz ser filho dessa bela cidade que merece ser olhada com outros olhos, olhos estes que já viu e sabe do que esta cidade precisa.

Dr George disse...

Inicialmente gostaria de parabenizar o Deodato Neto pela atitude de se lançar pré-candidato, pelo PT, a prefeitura munucipal de Boa Viagem. Passada as considerações iniciais, não poderia me furtar de fazer alguns comentários acerca da entrevista e espero sinceramente que possam vir a engrandecer o aprendizado e amadurecimento político do mesmo. Em primeiro lugar, acho que em todas as circunstâncias existem pontos negativos e positivos, se furtar a indicar pontos positivos da atual administração, em nada colabora, pois tenho a certeza de que algumas realizações foram feitas, mesmo que forma tímida. Em segundo, gostaria de destacar o ponto bem apresentado pelo Deodato Neto de que juventude não é sinal de renovação, mas representa um grande avanço de ideologias e visões de futuros, o que certamente poderá contribuir para o crescimento do município de Boa VIagem. Em terceiro, senti uma profunda falta, de apresentação de planos políticos, situação em que o pré candidato deixou apenas as informações de que vários são os projetos federais e estaduais que poderiam ser implantados, poderia ter sido mais objetivo e preciso nas ações em que daria maiores ênfases. POr fim, ressalto a iniciativa do mesmo, uma vez que a "indecisão" na escolha do candidato do PT poderá trazer conseqüências negativos, uma vez que a demora coloca em xeque a credibilidade das ações do PT no que compete ao pleito municipal para prefeitura. Sinceramente, creio que o nome de Deodato Neto seria uma boa escolha para o PT trabalhar a longo prazo e assim ter um campanha mais participativa de sua militância junto à população.
Atenciosamente, Dr. George Emanuel.

Anônimo disse...

Deodato Neto tem meu voto garantido, um ótimo candidato, vai fazer a diferença na prefeitura.

MARCOS PINTO disse...

BOA VIAGEM SOFRE HJ O ERRO COMETIDO NA ELKEIÇÃO DO ATUAL PREFEITO, E TEM QUE REAGIR BUSCANDO NESTAS OPÇÕES COMO O DR. DEODATO NETO, COMPROMISSO E ACIMA DE TD LEALDADE POLITICA...O PT IRÁ DECIDIR O QUE FOR MELHOR PARA BOA VIAGEM E SE O MELHOR FOR O NETINHO COM CERTEZA TERÁ TODO O APÔIO DO PARTIDO E DE SEUS COLIGADOS.

Anônimo disse...

Adimiro a tragetoria politica tp, como o governo lula e a atual presidente dilma. Mais sinceramente gente, tá na hora de deixar de sermos monipulados, em qual colegio publico deodato ramalho neto estudou em nossa cidade, o cara mora em fortaleza só vem em nossa cidade na época de canidatura tanto ele como o pai, e alguem vez dizer que ele e o que falta pra nossa sofrida cidade, que prova maior,tai dr.fernando A prova viva. Mora em fortaleza e a cidade e comandada por terceiros. Diga-se se passagem um parque de diverção.